Tag Archives: providência cautelar

Mercado continua encerrado, conflito judicial aberto

A Câmara do Proto recorreu a uma Resolução Fundamentada, invocando interesse público, contra uma nova providência cautelar interposta por uma comerciante que não assinou acordo de renúncia.

Ler notícia em Porto24

Entretanto, segundo informação dada por um grupo de peixeiras que se encontrava à porta do Mercado, depois de ontem ter removido as bancas de aço onde elas colocavam o peixe, hoje a Câmara ter-lhes-á cortado o abastecimento de água.

Notícias sobre a resistência no Bom Sucesso

No Porto24, um pequeno vídeo: http://porto24.pt/multimedia/31052011/movimento-bom-sucesso-vivo/

No JPN: Bom Sucesso: E ao último dia, o mercado não fechou

No Público: Mercado do Bom Sucesso está aberto e à espera dos clientes habituais

Tivemos Bom Sucesso! Mercado não fecha

Mercado do Bom Sucesso, foto de Carlos Romão

Hoje a manhã começou muito tensa no Mercado. A polícia municipal (!) teve ordens para impedir filmagens ou fotografia dentro do Bom Sucesso. Mas hoje, precisamente a marcar o dia do fecho anunciado, houve mais de uma dezena de fotógrafos e fotógrafas, um realizador de cinema, várias horas a captarem imagens e som. Um cidadão tomou a iniciativa de saber a mando de quem se executava tal ordem e contactou o serviço de comunicação social da Câmara pedindo que o informassem com base em que legislação estavam a impedir esse direito. Do gabinete responderam que iam confirmar e que voltavam a ligar. Não voltaram a ligar mas a polícia deixou o Mercado. Pouco depois,por volta das 11h entravam vários repórteres televisivos.
O ambiente foi muito tenso, houve lágrimas, objetos partidos em momentos de maior raiva, martelos a desmontar bancas de aço. Apesar de ser dia de trabalho e de aulas compareceram algumas dezenas de pessoas em solidariedade com as comerciantes. Um numeroso grupo de jovens voluntariou-se para ativismo neste Movimento.
Os vereadores Correia Fernandes e Manuela Monteiro (PS) e a deputada municipal Ada Pereira de Silva (BE) marcaram presença.
Mas passou a hora de fechar e as portas não fechavam. Diziam que iam dar até à meia noite para removerem tudo. Mas a verdade é que muitos comerciantes se recusaram a remover o que quer que fosse. No setor dos talhantes quase todos já tinham abandonado o mercado, tendo retirado equipamentos de frio com antecedência.
Entretanto a notícia chegou pela voz dum dos comerciantes que interpôs a providência cautelar alegando irregularidades no processo de negociação entre a Câmara e as comerciantes: o Mercado amanhã vai estar aberto! Levantou-se de imediato uma salva de palmas.
Amanhã lá estaremos. Não vamos desistir de lutar pelo Mercado.

Providência cautelar para impedir encerramento

Segundo o Porto24 10 comerciantes vão interpor providência cautelar para que mercado não feche durante as obras e para que tenham garantias de poder regressar depois. Ler notícia aqui.