Afinal a Direção Regional tinha o projeto! Foi tudo um lapso…

Confirmaram-se os nossos piores receios: acabou de ser divulgada notícia de que Direção Regional de Cultura do Norte aprovou o projeto Eusébios! (ver notícia do Porto24 aqui).

Temos de esclarecer que é já demasiada falta de transparência em todo o processo. Senão vejamos:

Em primeiro lugar – é manifestamente inaceitável que a responsável pelo serviço, Paula Silva, possa ter incorrido em lapso, como alega, dizendo agora que afinal tinha o projeto depois de o ter negado no final da semana anterior. Um projeto destes que dá entrada num organismo com responsabilidades de defesa do património não pode ser alvo de lapsos. O edifício demorou meses a ser classificado e agora demora alguns poucos dias úteis a ter projeto aprovado?

É caso para afirmar que a Diretora Paula Silva se é responsável por um lapso destes deveria demitir-se.

Em segundo lugar, e efetivamente, preservar fachadas é uma coisa; preservar edifícios e cultura é uma outra. É uma profunda desilusão ver responsáveis da cultura apadrinharem soluções de «fachadismo». O antigo regime ficou conhecido precisamente por ter um entendimento fachadista da cultura.
O próprio Ministério, na Portaria 250/2011 de classificação do edifício afirma: “A classificação do Mercado do Bom Sucesso fundamenta-se no seu valor arquitectónico, enquanto exemplar notável da arquitectura modernista dos anos 50, no seu valor urbanístico e sócio-cultural, enquanto edifício de referência na paisagem urbana da cidade do Porto e na vivência da população, constituindo um espaço privilegiado de encontro de gerações e de classes sociais.” Ou seja, há valor arquitetónico e há valor social. Pena é que as palavras publicadas a 25 de Janeiro não garantam coisa nenhuma.

E ainda vale a pena frisar que, como sempre afirmámos, embora a imprensa nunca tenha publicado, a intenção de colocar lojas gourmet é paenas um pretexto para fazer parecer que ainda existe um mercado. Ninguém por certo acredita que um qualquer shopping no Porto consiga manter 44 lojas destas a funcionar em concorrência dentro dum mesmo espaço. Nem ninguém tão pouco acredita que produtos gourmet sejam o mesmo que um Mercado de frescos tradicional.

Para quem é suposto saber de cultura, já são erros e lapsos a mais!

Note-se que a Eusébios por ter assumido pagar as (baixíssimas!) indemnizações às vendedeiras irá, nos termos do acordo que a Câmara fez, ficar cerca de 30 anos sem pagar nada pela concessão.

A tomada de posição do Ministério é mais uma razão para dia 19 de Maio às 17h estarmos todos em protesto à porta do Mercado.

Anúncios

2 responses to “Afinal a Direção Regional tinha o projeto! Foi tudo um lapso…

  1. A senhora Paula Silva, visto não se demitir – ignorando uma regra elementar da democracia do país em que vive – deve ser demitida pela sua hierarquia, a qual, por sua vez, deve tomar medidas idênticas em relação a si própria, obviamente pelos mesmos motivos.

  2. José Afonso Sanches

    Estamos a comentar uma peça de marionetes ou de uma fantochada? É que o género é realmente deplorável e só pode ter aplicação didáctica pela negativa. Como quando damos às crianças exemplos negativos e depois acrescentamos: – Não faças isto.
    O que está tragédia tem de comédia é de lamentar e lamentável. Pedir a demissão é pouco. Deveriam fazer-lhes o mesmo que o edifício precisa: reforma para poder renovar a confiança. Mais, estamos num momento de crise: para quê um projecto destes? Será para patos de alguma Patópolis, de patos falidos?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s