Bom Sucesso é da cidade

Iniciamos este espaço para divulgar um movimento, em formação, de defesa do Mercado do Bom Sucesso.

Como cidadãos e cidadãs activos não prescindimos do nosso direito de intervir e de mostrar a nossa indignação pela projectada destruição deste mercado como equipamento público dedicado ao comércio de proximidade.

Estas são as nossas razões:

——-

A Câmara do Porto pretende privatizar o mercado do Bom Sucesso e transformá-lo em mais um duvidoso edifício de centro comercial com hotel dentro.

Obra do colectivo de arquitectos ARS, este é um edifício em vias de classificação pelo seu interesse como edifício modernista, sendo objecto de estudo de alunos e investigadores.

As cidades precisam cada vez mais de comércio de proximidade, mais barato, mais perto, onde compradores e vendedores se conhecem, onde se encontram produtos locais sem grandes custos financeiros e ambientais ligados ao transporte da origem até nossas casas. Esse é o futuro. O presente na cidade do Porto, pelo contrário, são os vários centros comerciais totais ou parcialmente abandonados, alguns bem recentes. Uma cidade viva precisa destes serviços.

O poder autárquico eleito tem como obrigação gerir estes equipamentos e não pô-los à venda para privados lucrarem por largas dezenas de anos, comprometendo um futuro sobre o qual não deveria ter direito de decisão: os bens públicos que recebeu no início do mandato devem permanecer públicos e bem cuidados.

O que defendemos:

  • O Mercado deve ser reabilitado, dinamizado e não de servir de novo foco de concorrência e instabilidade para o pequeno comércio já instalado.
  • As licenças de operação no seu interior devem ser reabertas, dando oportunidade às novas gerações para assumir esses postos de trabalho.
  • Todas as e os comerciantes aí instalados, no terrado ou em lojas  no exterior têm direito a contratos de locação desse espaço que reflictam o uso e serviço que estão a prestar.

O Porto precisa dos seus mercados!

Anúncios

One response to “Bom Sucesso é da cidade

  1. esses filhos da … da mota engil telefonaram-me para ir trabalhar para um hotel deles a recibos verdes. são tao pobres coitados que não podem passar contrato. tenham mas é vergonha do que estão a fazer senão daqui a pouco não podem sair á rua. e já há portuguese em todo o mundo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s